Category Archives: Poupança

Ideias para poupar

Isto penso ser mais um dos pontos chaves do nosso dia-a-dia.

Andamos sempre numa luta constante para que no final do mes sobre alguns trocos para uma extravagancia, ou mesmo para colocar na poupança para uma fatalidade.

No entanto cada vez é mais difícil que isso aconteça e como tal todas as dicas são mais que bem vindas.

Para me ajudar a atingir esse objectivo tento colocar em pratica algumas destas dicas, mas outras é mais complicado.

Algumas coisas que já consigo fazer :

  • Levar lista de compras ( se bem que na hora aparece sempre mais qualquer coisa no carrinho )
  • Tentar ao máximo levar comida de casa para o almoço
  • Rentabilizar a minha Bimby ao máximo para reaproveitamento de restos e confecções pratos do dia-a-dia
  • Reaproveitar todas as miniaturas de gel de banho e sabão que vou acumulando nas viagens em trabalho ( sim chamem-me somítica, mas para onde vai esse não vai outro )
  • Limitar o uso de detergentes de limpeza, pois uso muito à base de vinagre como ja tinha falado aqui
  • Troquei água engarrafada por um Jarro ( Isto mais do que uma questão económica é uma questão de conforto que andar sempre a carregar com embalagens e embalagens de água para um segundo andar não dá com nada )

 

Estes são alguns dos que me lembro pelo momento , mas certamente outros haverá que não me ocorre.

Há no entanto muitos que gostava de por em prática e outros optimizar :

  • Registar todas as despesas… eu bem começo no início do ano mas logo perco o entusiasmo
  • Estipular um valor para gastar por dia/ semana
  • Estipular um valor para colocar de lado por semana / mês
  • Acabar com o uso de pre-congelados ( fazem mal e são soluções caras para o dia-a-dia )

 

 

E vocês que fazem para poupar ?

Beijinhos,

Mamicas

 

 

Plano para as férias …

Se há coisa que custa é chegar às férias e andar a contar trocos. Digo muitas vezes que para isso mais vale não ir de férias, e eu que estou a viver fora já deixei de ir algumas vezes à santa terrinha porque as finanças não o permitiam.

Este ano, depois de regressar das férias apercebi-me que mesmo nos controlando acabamos sempre por gastar mais do que o que pensamos.

Foi então que descobri um desafio interessante que a ser possível por em prática vai dar imenso geito para ter algum dinheiro de lado até às tão desejadas férias.

 

O pano é o seguinte: Todas as semanas colocar numa lata / envelope o valor equivalente à semana do ano e no final do ano temos um saldo de aproximadamente 1400€.

Eu e o meu marido aceitamos o desafio, e começamos mal chegamos de férias. A verdade é que no início  não custa muito pois trata-se de 1, 2, 3 € por semana…. mas quando chegar a ser 50€ por semana já vai doer…. a ver vamos como corre.

 

Este pode ser um desafio interessante não para usar nas férias mas por exemplo para comprar algo que necessite para a casa e que seja um valor mais elevado para dar de uma só vez. Ou para remodelar uma divisão. No fundo a ideia é trabalhar por objectivos e tentar alcançar metas… se não tão ambiciosas outras mas ter sempre objectivos.

 

 

DESAFIO

 

Como fazem para poupar para aquela extravagância ?

Partilhem connosco as vossas ideias e sugestões.

 

 

Beijinhos,

Mamicas.

 

20 Dicas para vencer a crise

imagesPoupar, poupar, poupar ……

É um tema da ordem do dia e como tal num destes dias, numa das muitas pesquisas na net sobre o assunto, deparei-me com este artigo da revista “activa” que nos expoõe algumas dicas de como poupar dinheiro sem ter que fazer mudanças drásticas no nosso dia-a-dia!

Reconheço que nem sempre é fácil colocar um sistema de “popança” em prática, mas com tanta variedade de sugestões algumas acabam por ficar e ser mesmo levadas a cabo.

Então as dicas são:

1.Orçamento no telemóvel
É fácil, com a nova aplicação da GE Money: basta ir ao site www.moneybasics.pt e fazer o download totalmente gratuito. A aplicação vai directa para o seu telemóvel e permite-lhe estabelecer um orçamento diário, semanal ou mensal, distribuído por diversas secções (transportes, lazer, alimentação…), dando-lhe uma noção real de onde gasta o dinheiro!

2.À boleia para o trabalho
Já pensou reduzir para metade os gastos mensais em gasolina? Era só encontrar alguém que trabalhasse ao pé de si e com quem pudesse alternar a viagem. O site www.deboleia.com foi criado para isso mesmo: aí tem oportunidade de colocar um “anúncio” a dizer que está disponível a dividir o automóvel para um determinado destino ou de pesquisar se existe alguém que, por acaso, até mora ao pé de si e vai todos os dias na mesma direcção.

3.Arranjos à medida
As calças de ganga usavam-se largas e agora querem-se ajustadas à perna? Aquela saia que adora está-lhe larga desde a última dieta? Não deite fora se pode dar-lhe um jeito. Pode sempre ir a uma loja Arranjos Express. Para saber qual a que fica mais próxima, vá a www.arranjosexpress.com.

4.Faça uma assinatura
É leitora assídua de um jornal ou de uma revista? Então compensa-lhe fazer uma assinatura: no caso da ACTIVA, fica-lhe em 27,84 euros por um ano (poupa 20%) ou 45,28 por dois (economiza 35%).

5.Hotéis para todos os preços
Nem só em hotéis de quatro e cinco estrelas consegue ter grandes férias! Nas principais cidades europeias escondem-se hotéis low-coast, geralmente centrais e com um ambiente acolhedor, que lhe permitem poupar uma média de 30 a 50 euros por noite. Para conhecê-los melhor, só tem de escrever estes endereços: www.hotels.com, www.sidorme.com, www.travelodge.com ou www.hostels.com

6.Controle o crédito
Tem três ou quatro cartões de crédito? Então, está a pagar quatro vezes uma anuidade, os juros e o imposto. Basta um e já está a poupar, mesmo que tenha de renegociar o montante disponível com o seu banco. E, quando chegar o fim do mês, nada de pagar o mínimo permitido ou vai arrastar a despesa durante anos!

7.Não deite fora os folhetos
A tentação de deitar fora a publicidade que se acumula na caixa do correio é grande, mas a verdade é que, por vezes, merece a pena ver os folhetos: é que certas promoções justificam uma incursão a um supermercado que não aquele onde habitualmente faz as suas compras.

8.Alugue o seu sofá
Soa-lhe estranho? Pois é mesmo assim que funciona o couch surfing. O espírito é promover a livre circulação de pessoas, independentemente das capacidades económicas, dado que a estadia é totalmente gratuita. Mas, em troca, caso vá de férias, em trabalho ou para estudar, sabe que tem um sofá à sua espera em qualquer lugar do mundo. Inscreva-se nos sites www.couchsurfing.com ou www.hospitalityclub.org.

9.Outlets para que vos quero
É fácil: para comprar roupa de marca com descontos que vão até aos 70%. Não hesite: vale mesmo a pena. Estes são alguns deles: o Campera, no Carregado; o Freeport, em Alcochete; The Original Factory, em Vila do Conde, o Grijó Outlet, em Vila Nova de Gaia, e o Lago Discount, em Famalicão.

10.Cinema a preço único
Amante do cinema? Faças as contas! Ir duas vezes por semana durante um mês significa uma despesa de 40 euros! Se mora na zona do Porto ou de Lisboa pode ir quantas vezes quiser… por 14,50 euros. Basta aderir ao Medeia Card. Informe-se em www.medeia.pt.

11.Poupe na conta da luz
E é tão fácil! Basta ter o cuidado de apagar as luzes sempre que sai de uma divisão e usar lâmpadas fluorescentes ou economizadoras (que poupam até 70%) e, agora que é Inverno, manter os aquecedores programados para os vinte graus e as portas e as janelas fechados quando estiverem ligados, verificando se não existem fugas.

12.Anuncie no seu carro
Sabe que a Smart ainda lhe paga para andar de carro? Se anda regularmente no trabalho, pode anunciar no seu automóvel e ganhar até 300 euros/mês. Os contratos têm a duração de 1 a 3 meses e podem ser ou não renovados. Informe-se em www.smartadvertising.pt.

13.Beba café em casa
Aquela bica sem a qual não podemos passar todas as manhãs já custa entre 50 a 70 cêntimos. Passe a bebê-la em casa. Se fizer as contas, uma cápsula Nespresso custa-lhe 32 cêntimos e uma da Nescafé Dolce Gosto cerca de 27. Já viu quanto poupa ao fim do ano?

14.Faça programas gratuitos
Idas a museus, concertos, exposições sem gastar um tostão! Vai dizer que não é possível? Pois estão por aí, só é preciso saber onde procurar. No site www.escape.pt tem uma secção chamada “borlas” que é imperdível: de norte a sul, saiba como se pode divertir a custo zero.

15.Leve o almoço de casa
Por dia, são pelo menos cinco euros! Ao final do mês, a soma ascende a mais de 100 euros. Ora, se faz o jantar no dia anterior, é só uma questão de hábito fazer uma dose a mais para o almoço do dia seguinte.

16.Compre em leilões
Informática, livros, cd’s, telemóveis, electrodomésticos, objectos de decoração. É infindável a lista de bens que se podem encontrar nos leilões online. Espreite o site www.miau.pt ou www.leiloes.net e confirme com os seus olhos.

17.Aposte num portátil… muito barato
Os seus filhos não param de lhe pedir, mas é um investimento demasiado grande para uma época de crise? Mas agora a TMN tem o programa e.escolinha, destinada a alunos do primeiro ciclo do ensino básico, que permite a aquisição gratuita de um portátil Magalhães. Faça a pré-inscrição em www.tmn.pt. Se preferir comprar, custa 285 euros.

18.Comunique… com inteligência
Já não vivemos sem telefones e telemóveis, mas há forma de diminuir os gastos de tanta conversa: utilize o telefone fixo sempre que possível, compare os preços das várias operadoras antes de tomar uma decisão e opte por um regime pré-pago em vez da assinatura mensal.

19.Nada de sacos
Se não adquirir sacos de plástico de cada vez que vai ao supermercado está não só a proteger o meio ambiente, como a poupar entre 2 a 5 cêntimos.

20.Acumule milhas
Vai de férias? Viaja muito em trabalho? Não desperdice essas milhas. Acumuladas, podem valer um bilhete grátis para um destino à escolha. Falamos do programa TapVitória e o regulamento está todo em www.tapvictoria.com.

Fonte: Revista Visão

Admito que alguns me fez rir ….. ” alugue o seu sofá”, mas a verdade é que está a entrar na moda…. bem como a troca de serviços.

Em relação a muitos deles já os coloco em prática mesmo que inconscientemente, tais como : levar almoço de casa, tomar café em casa, fazer os meus próprios arranjos nas roupas, trocar o carro durante a semana por transportes publicos e registar todos os nossos gastos.

Se isso me trás algum benefício? quero acreditar que sim, e continuarei até atingir os meus objectivos! Transformar-me numa pessoa Poupada” !

Beijinhos,

Mamicas

Artigo Visão – 83 dicas para poupar

À uns tempos atrás saiu na revista visão um artigo interessante sobre como pourpar dinheiro.poupar-investir

Numa altura em que a palavra de ordem é poupar e que todos os esforços estão virados para esse objectivo, gostava de partilhar convosco essas dicas para que se possam orientar também.

Eu ainda não faço nem um terço delas por isso tenho muito que “aprender” !

SUPERMERCADO:

1- Estipule, previamente, o valor que quer gastar e leve consigo uma calculadora para controlar as despesas.

2-  Antes de ir às compras faça uma lista do que precisa e não saia dela.

3- Vá às compras com tempo, para poder comparar preços e produtos.

4- Não entre no supermercado de barriga vazia, pois tenderá a comprar mais comida do que aquela  de que realmente necessita.

5- Consulte os folhetos deixados na caixa do correio.Pode valer a pena deslocar-se a um supermercado um pouco mais distante para comprar um produto específico mais barato.

6- Reparta as compras por vários tipos de estabelecimentos. Poe exemplo, fruta,legumes,carne e peixe não são o forte dos hipers.

7- Compare preços por unidade de medida. No que respeita aos produtos embalados, na maior parte dos casos, fica mais barato comprar embalagens grandes.

8- Utilize as promoções com inteligência. Se não precisa, não compre !

9- Experimente os produtos brancos. Em alguns casos, são de qualidade igual ou até superior aos de marca e podem ser até 30 % a 50 % mais baratos.

10- Deixe de comprar água engarrafada, beba água da torneira. Se beber o recomendado, um litro e meio por dia, pode poupar mais de 140 E /ano.

11- Consulte a lista que a DEco/Proteste publica todos so anos, para descobrir o supermercado mais barato da sua zona. è possível poupar sem percorrer grandes distâncias.

12- Evite comprar seja o que for em estações de serviço, onde tudo é mais caro.

13- Cultive,em casa,as suas próprias ervas aromáticas( salsa, coentros,etc… ).

GÁS & ELECTRICIDADE

14-  Veja se a tarifa bi-horária da EDP ( aquela que prevê preços mais baixos à noite  e aos fins-de-semana ) é adequada para si. No site da EDP ( http://www.edp.pt ) encontrará um simulador.

15- Ajuste a potência eléctrica instalada na sua casa às suas reais necessidades.

16- Compre electrodomésticos que consumam menos electricidade, olhando para a etiqueta energética, que vai da classe A ( mais eficiente ) à G ( menos eficiente ).

17- Desligue a tv, a aparelhagem e o leitor de DVD directamente no aparelho e retire da tomada a ficha do computador e dos periféricos.

18- Desligue o descodificador de T.V. quando não está em uso.

19- Lave a roupa a 40 º em vez de 60 º ( poupa 55 % de energia ).

20- Utilize o programa económico da máquina de lavar loiça.

21- Reduza o tempo de secagem da máquina de secar roupa em dez minutos.

22- Desligue o ferro de engomar cinco minutos antes de acabar de passar a ferro.

23- Descongele o frigorífico sempre que a camada de gelo for superior a três milímetros.

24- Troque as lâmpadas incandescentes por economizadoras ( permitem poupar mais de 80 % de energia ).

25- Desligue as luzes nas divisões não utilizadas.

26- Desligue o forno dez minutos antes do final da cozedura.

27- Isole melhor a sua habitação,nomeadamente telhados, janelas e portas.

28- Deixe os alimentos  arrefecerem antes de os colocar no frigorífico.

29- Não deixe a chama-piloto do esquentador constantemente acesa.

30- Use uma tampa na panela quando estiver a aquecer ou a cozinhar.

31- Baixe o lume dos cozinhados quando estes começarem a ferver.

32- Desligue o lume um pouco antes de terminar o cozinhado.

ÁGUA

33- Tome duche,em vez de banho de imersão, poupará cerca de 80 mil litros de água por ano.

34- Feche a torneira, enquanto lava os dentes ou faz a barba, consumirá menos 50% de água.

35- Puxe o autoclismo apenas quando necessário. Em cada descarga gasta 10 a 15 litros de água.

36- Diminua o volume de descarga do autoclismo colocando uma garrafa cheia de água ou areia no depósito.

37- Não lave a loiça com água corrente.

38- Se tiver torneiras a pingar, resolva prontamente o problema.

39- Regue o jardim de manhã cedo ou à noite, para não perder água por efeito do calor e do sol.

40- Evite a utilização da mangueira em regas e lavagens.

CARTÕES

41- Limpe o seu cartão de crédito. É  inútil tentar amealhar um pé-de-meia, sem pagar as despesas com cartões de crédito na totalidade. Mesmo que aplique bem as poupanças, o seu rendimento será sempre inferior aos juros a pagar pelo cartão ( acima de 20 % ).

42- Tenha apenas um, ou, na pior das hipóteses, dois cartões ( porque acarretam despesas ).

43- Não pague apenas o mínimo exigido por mês, pode arrastar a dívida por anos e anos.

44- Não use os cartões de crédito para comprar bens que já não existam no momento em que chegar a conta para pagar ( como, por exemplo, produtos de supermercado ).

CRÉDITOS

45- Renegoceie com o banco as condições do seu empréstimo à habitação, especialmente se o contrato tiver mais de 5 anos.

46- Veja se a consolidação de créditos é uma boa opção para si ( sabendo, à partida, que reduz a despesa mensal mas aumenta as responsabilidades futuras ).

47- Não deixe a sua conta ordenado chegar ao vermelho. Estas contas têm associado um crédito automático que pode variar entre 80% e 200% do seu ordenado, mas os juros pela sua utilização podem ultrapassar os 20 %.

SEGUROS

48- Faça um levantamento dos seguros que tem, para evitar a duplicação de coberturas. Os cartões de crédito e débito têm seguros associados. Descubra o que cobrem.

49- Analise o mercado antes de contratar um seguro. Para o mesmo nível de cobertura e capital seguro há grandes variações de preço. No seguro automóvel com cobertura de danos próprios as diferenças podem ir até mil euros anuais.

50- Contrate só mesmo aquilo de que precisa e com o limite de capital adequado. As seguradoras vão tentar vender-lhe coberturas adicionais.

51- Evite o pagamento semestral, trimestral ou mensal dos prémios, pois isso implica um custo adicional, proporcional ao número de prestações.

52- Uma forma de baixar o prémio de um seguro automóvel com cobertura de danos próprios é optar por uma franquia ( valor até ao qual a seguradora não paga ) mais elevada. Por norma, as franquias correspondem a 2% do valor do veículo, mas uma franquia, por exemplo, de 12%, pode reduzir o prémio para metade.

53- Por norma, as seguradoras telefónicas oferecem preços mais reduzidos. A oferta, porém, limita-se aos seguros para automóvel e casa.

TRANSPORTES

54- Se possível, abasteça-se de combustível nos postos das grandes superfícies.

55- Se viver na fronteira, vá a Espanha atestar o depósito.

56- Troque o automóvel pelos transportes públicos, se anda sozinho no carro.

57- Se tem vizinhos que trabalham na mesma zona, partilhe o automóvel ( e as despesas ).

58- Compre tarifas apex quando viaja de avião. Têm algumas restrições ( não pode alterar o nome do passageiro, nem a hora do voo, por exemplo), mas são mais baratas.

59- Compre bilhetes de avião com bastante antecedência.

60- Troque de carro para um que consuma menos.

61- Modere a velocidade. Quanto mais depressa andar, mais consome.

TELECOMUNICAÇÕES

62- Não pague por aquilo de que não precisa, como uma velocidade de internet superior à que corresponde às suas necessidades.

63- Use o simulador da ANACOM ( http://www.anacom.pt ) ou da DECO ( para sócios ) para ver qual o tarifário que melhor se ajusta às suas necessidades.

64- Compare preços de vários operadores.

65- Utilize o telefone fixo sempre que possível.

66- Reduza o número de telemóveis da família.

67- Se tem assinatura de telemóvel, mude para um pré-pago.

68- Se quer telefone, internet e televisão, vale a pena contratar os três serviços no mesmo operador.

69-Limite-se à oferta mínima de canais de tv por cabo.

VÍCIOS & GOSTOS

70- Fume menos ou deixe de fumar. Se consumir um maço por dia de marlboro ( 3,15 E ), por exemplo, poupará 1150 euros no final do ano.

71- Tome o pequeno-almoço em casa.

72- Perca a vergonha e leve almoço, de vez em quando, para o trabalho.

73- Não compre só roupa de marca.

74- Aproveite os saldos para comprar vestuário para o ano seguinte.

75- Opte pelos medicamentos genéricos.

76- Se lê assiduamente uma publicação, faça uma assinatura. Por exemplo, a VISÂO sair-lhe-á mais barata 20% ( um ano ) ou 38% ( dois ).

LAZER

77- Vá ao  cinema à segunda-feira.

78- Desvincule-se do ginásio, se paga a mensalidade mas nunca lá põe os pés.

79- Receba os amigos em casa, em vez de os convidar a ir jantar fora.

80- Passe a frequentar mais vezes a biblioteca, em vez das livrarias.

81- Faça férias na época baixa.

82- Evite ir passear para os centros comerciais, acabará sempre por comprar qualquer coisa.

83- Aproveite os eventos culturais das autarquias, como os concertos de verão , que são de borla.

FONTE : VISÂO nº 776  de  17 Janeiro de 2008

E vocês? Já aplicam algum destes items ?

Boas poupanças,

Mamicas

Desafio : reduzir gastos e aumentar as poupanças

Para a minha família, o ano de 2014 tem como meta principal reduzir gastos e aumentar as poupanças e como tal todo o esforço é importante para atingir esse objectivo.

Este é, sem dúvida,  o maior desafio que temos pela frente.

Desde sempre senti necessidade de perceber para onde “fugia” o dinheiro mas nunca me dispus a nada que me permitisse descobrir o que se passava.

Quem nunca sentiu que apos trocar uma nota na carteira ele desaparece como o ar ! Para mim sempre foi assim. Enquanto é nota vou adiando trocar , depois de a trocar…. já não custa tanto e chego ao final de pouco tempo já sem dinheiro na carteira.

Para me conseguir controlar e conseguir identificar os desperdícios resolvi criar uma folha excel onde pretendo registar todos aqueles gastos, por mais pequenos que sejam, e que não constam do orçamento familiar.

Essa primeira etapa está concluída e para quem estiver interessado podem fazer o download do Controle Diário .

Depois para facilitar o preenchimento era necessario que esse excel estivesse sempre acessível quer para mim quer para o papicas.

Com as novas tecnologias disponívies hoje em dia, telemóveis e acesso à internet em todo o lado, esse problema foi facilmente ultrapassado. Bastou guarda-lo no Google Docs e partilhar o acesso com o papicas.  GREAT. Agora é tentar cumprir.

 

Beijinhos,

Mamicas

 

Dicas para poupar na hora de fazer compras

Quem tem que gerir um orçamento sabe quanto àrdua é essa tarefa.

Qual é a dona de casa que nunca se deparou com uma conta acima do que estava a pensar gastar? Poir é…. comigo é quase todos os dias….

No meu novo “habitat”, ou seja em terras suiças, a “merciaria” fica pela hora da morte e então fora o facto de tentar comprar o máximo no país vizinho, ainda adoptei algumas regras que tento cumprir.

Nem sempre é fácil mas se não se tentar é que o orçamento não chega mesmo.

Então são elas:

1- Faça sempre uma lista do que vai comprar.
Na lista de compras, note apenas produtos que realmente precise e tente sempre segui-la.
Na lista, coloque os produtos por “grupos ou sectores de mercadorias”, assim evitará passear no supermercado perdendo tempo e caindo em tentações desnecessárias.

2- Vá ao supermercado fora das horas das refeições.
Uma pessoa com fome tem tendência a comprar aquilo que não precisa.

3- Não leve crianças.
Geralmente os supermercados têm os produtos do “interesse das crianças” estrategicamente distribuídos mais abaixo nas prateleiras de modo a desperta-lhes a atenção.

4- Olhe as prateleiras de cima a baixo.
Geralmente os supermercados usam uma técnica que é colocar os produtos mais caros na linha dos olhos. Nas prateleiras mais acima ou mais abaixo são colocados os mais baratos.

5- Não faça compras no dia de pagamento.
As pessoas têm a tentação para extravagâncias quando vão às compras no “dia do pagamento” ou nos dias imediatos ao “recebimento de dinheiro”.

6- Não faça compras com cartão de crédito.
Aconselho a não fazer compras no supermercado usando como meio de pagamento o cartão de crédito.
Se tiver de o fazer, faça-o mas tente pagar a factura do cartão de crédito na integra pois os juros associados a tais cartões de créditos são muito elevados.

7- Compre frutas, legumes e verduras da época.
Eles são mais baratos e mais nutritivos.
Fora de época, como a produção é menor os preços geralmente são bem mais altos.

8- Não faça compras em dias de muito fluxo de pessoas.
Nestes dias, os supermercados utilizam técnicas de vendas para influenciar ao consumo.
Costumam fazer promoções relâmpagos, demonstrações de eficiência de produto (tal o fará comprar produtos extras que não precisa e fará com que não cumpra a “Lista de Compras” ).

9- Compre embalagens mais económicas (“embalagens familiares”).
Em vez de embalagens de 4 unidades (ex: papel higiénico), compre de 8, 12, ou 16 unidades, a diferença vale a pena.
Procure por promoções de divulgação ou saldos ou reduções (Ex 1: Compre 1 e leve 2, Ex 2: Saldos/Reduções de 30 – 50% – 70%).

10- Ao comprar produtos verifique o “custo versus benefício”.
Por vezes, um produto 5% mais caro pode render 25 a 30% mais.

 

Beijinhos,

Mamicas