Category Archives: Ajuda no lar

O meu novo amigo : o Vinagre

Desde à alguns tempos que tenho vindo a ler sobre as vantagens do Vinagre no dia-a-dia de uma dona shutterstock_100747576de casa.

Confesso que ao início fiquei apreensiva mas depois de uma primeira experiência nunca mais me separei dele.

Comecei inicialmente por utilizar apenas para lavar o chão, mas agora uso para quase tudo : lavar o chão, como complemento lavagem de roupa, limpar o pó, limpar armários, limpão frigoríficos….. o Vinagre anda sempre às voltas.

Quando comentei com a minha mãe ela fez-me a mesma pergunta que eu me fiz a mim mesma a primeira vez que li um artigo a esse respeito : ” E não fica tudo a feder a vinagre ? ”

Claro que não , e acima de tudo estou a acabar com a maior parte dos detergentes que tenho lá em casa.

A maior vantagem da sua utilização é sem dúvida o preço, pois fica muito mais barato que qualquer outro produto de limpeza, mas também é um dos melhores e mais poderosos agentes de limpeza ecológicos. Eficaz em todo o tipo de sujidade, desinfeta e previne contra a formação de bolor e bactérias.

 

Saiba como pode incorporar o vinagre nas suas limpezas diárias de uma forma 100% verde.

Janelas

Para assegurar uma limpeza ecológica dos vidros, misture 2 copos de água com ¼ copo de vinagre, pulverize as janelas e limpe com uma folha de jornal.

Paredes com humidade/bolor

Pulverize a área afetada da parede com vinagre puro e deixe repousar durante 15 minutos. Passe com um pouco de água para retirar o excesso e deixe secar bem.

Chão

O vinagre é uma excelente alternativa ecológica aos tradicionais líquidos de limpeza para o chão – basta adicionar ¼ copo de vinagre a um balde de água tépida. Tenha atenção, porém, que esta solução de limpeza não pode ser utilizada no mármore (o vinagre pode riscá-lo), nem na madeira (o vinagre pode torná-la baça).

Canos entupidos

Para desobstruir canos entupidos ou simplesmente efetuar uma limpeza de manutenção, despeje algum vinagre nos canos afetados e deixe atuar durante 30 minutos. No final, deixe correr a água fria para eliminar todos os resíduos.

Cabeça do chuveiro

A água cria depósitos de minerais nas cabeças dos chuveiros que necessitam de ser limpos periodicamente. Encha o fundo de um saco plástico com vinagre, coloque a cabeça do chuveiro dentro do mesmo e deixe de molho de um dia para o outro. Na manhã seguinte, passe por água.

Copos cintilantes

Sempre que lavar copos à mão, encha um lado do lava-loiça com água fresca, à qual junta 1 copo de vinagre e utilize-a para enxaguar os copos no final da lavagem.

Ferro de engomar

Para eliminar os depósitos de minerais que se formam nos ferros de engomar, encha o mesmo com partes iguais de água e de vinagre, ligue o botão do vapor e desligue. Deixe o ferro de engomar arrefecer, esvazie, encha novamente com água fresca, esvazie e deixe secar.

Máquina de lavar loiça

Para desinfetar periodicamente a máquina de lavar loiça encha o depósito de detergente com vinagre ou coloque uma taça com vinagre no tabuleiro de baixo e faça um ciclo de lavagem curto com a máquina vazia.

( Fonte : aqui )

 

Neste site também descobri alguns pontos específicos para a utilização do vinagre:

Cheiro de mofo

É comum, na troca de estações, que as roupas guardadas por um longo período de tempo adquiram cheiro de mofo. Para que as bactérias e o cheiro desagradável sejam eliminados com a ajuda do vinagre, é necessário misturar em um balde aproximadamente 200 ml de vinagre branco e encher o restante com água.

Coloque as roupas de molho nessa solução por mais ou menos uma hora. Você vai notar, após esse período, que o cheiro de mofo sai das roupas por completo sem deixar vestígios.

Manchas de roupas coloridas

O vinagre é um excelente produto para tirar manchas das roupas coloridas, pois além de eliminar por completo a sujeira ele não mancha. Para realizar esse procedimento com sucesso é necessário que você pegue a roupa manchada, ensaboe com sabão em barra neutro e pingue três gotas de vinagre branco sobre a mancha. Aguarde cerca de uma hora e prossiga com a lavagem como de costume.

E para evitar a descoloração indesejável da peça, acrescente uma colher de chá de vinagre durante o enxágue com água corrente. Com esse procedimento, a mancha sai e a roupa continua com a sua coloração impecável.

Manchas amareladas de peças brancas

As terríveis manchas amareladas nas roupas podem ter diversas causas. O desodorante e as comidas com corantes são as campeãs em manchar peças brancas. A dica é utilizar uma xícara de vinagre branco enquanto as roupas permanecem de molho na água. Deixe o produto agir por mais ou menos uma hora e depois lave normalmente.

Manchas provenientes do suor

Quem utiliza roupa branca ou roupa social diariamente sabe que, principalmente no verão, o suor deixa as roupas manchadas. O colarinho, punhos e axilas são as áreas mais afetadas.

A receita é simples, faça uma pasta com vinagre branco e bicarbonato de sódio. Espalhe essa solução nas áreas manchadas e deixe agir por cerca de vinte minutos. Para terminar, lave as roupas normalmente com sabão neutro e enxágue com água corrente.

Alternativa ecologicamente correta

Além de todos os benefícios para a limpeza das roupas o vinagre é menos prejudicial ao meio ambiente se comparado aos alvejantes e amaciantes. Além disso, seu custo pode ser bem mais baixo comparado à outros produtos. O uso do vinagre na lavagem das roupas também diminui o gasto de água para o enxágue das peças, pois diminui a espuma e assim você enxágua as roupas com mais facilidade e economiza água.

As vantagens de utilizar o vinagre no lugar dos alvejantes e amaciantes, além de inteligente, é benéfica ao nosso meio ambiente.

 

Como podem ler acima existem inumeras aplicações para o vinagre.

Como dica suplemetar , eu uso umas gotas de óleos essenciais ( alfazema ou eucalipto) juntamente com a àgua para lavar o chão e o resultado é fantástico.

Vantagens :

  • Mais barato
  • Mais ecológico
  • Menos espaço armazenação
  • Redução da variedade de produtos
  • Basta um borrifador e temos tudo o que precisamos sempre à mão.

 

Nesta minha última passagem pelo leroy merlin acabei por me tentar e trazer mais dois produtos naturais:

  • Vinagre  cheiro Maçãleroy
  • Liquído para calcário

Juntaram-se ao já existente “bicarbonato de sódio”.

Devo dizer-vos que são todos maravilhosos.

O vinagre é bem forte mas com o odor a maçã ácida o que faz com que seja simpático de usar em qualquer situação : experimentei-o logo para limpar o armário do quarto da minha filha.

O líquido para o calcário trouxe pois a porta do duche estava a ficar cheia de calcário e já de difícil limpeza. Tinha que esfregar e esfregar e não ficava como gostava.

Trouxe então este que me pareceu ser uma solução a experimentar. É claro que mal cheguei borrifei logo. Deixei agir uns minutos e quando fui limpar o WC apenas passei o chuveiro e a tireta para retirar o excesso de água. Resultado : LIMPO, COMO NOVO! Sem esfregar nem me cansar logo recomendo.

É verdade que o vinagre aqui não ficou muito mais barato ( muito antes pelo contrario ) mas como precisava de um borrifador para passar a usar vinagre em forma de spray, fiz dois em um. Ganhei um borrifador, simpático e com o líquido maravilha dentro!!!!!

Quando este acabar usarei vinagre normal com umas gotas de óleo.

 

E vocês? Que produtos usam para as limpezas do dia-a-dia?

 

Beijinhos,

Mamicas

 

 

Advertisements

E ontem foi dia de ….. passar a ferro !!!!

passar-roupas-leitora

Créditos da imagem : site http://vidaorganizada.com/ que eu tanto adoro !!!!

Como todas as mulheres que eu conheço, passar a ferro é um castigo!

E eu não sou diferente, detesto esse momento porque ainda não aprendi a me organizar. Acumulo e depois é um martírio.

Ontem, após várias tentativas frustadas, foi dia de arregaçar as mangas e dar conta da roupa toda que estava à espera de ser passada.

Dito e feito, passad 5 horas, isso mesmo 5 horas acabei a tarefa a que me propus.

O segredo ontem foi começar pelo que mais detesto e assim o cesto esvaziou mais rapidamente.

Então o truque que eu usei foi ordenar a passagem da seguinte maneira :

  1. Roupas de cama
  2. Toalhas de mesa
  3. Camisas
  4. Roupa da Kika
  5. Roupa do Ré
  6. Roupa papicas
  7. Roupa mamicas
  8. Tshirt’s diversas  ( que todos usamos para andar em casa e que não precisam de especial cuidado )

Outras das técnicas que uso para passar a ferro é o uso de gabaritos no momento de dobrar as tshirt’s, assim sem grande esforço as dobro e ficam TODAS da mesma largura.

Este gabarito não é nada mais do que um cartão grosso que cortei à medida que me interessava e que no final plastifiquei para ficar mais resistente.

Uso 2, um para  roupa adulto e outro para as roupas da Kika, e as medidas são tiradas de forma a aproveitar o máximo do espaço dos armários.

A esta altura já me chamaram maluquinha, pois passar 5 horas no ferro é no mínimo insano. Mas a verdade é que o facto de ter acumulado semanas de roupa originou este caos.

Depois tento passar quase tudo, pois detesto ver roupa nos armários amarrotadas.

Ainda ontem o meu marido me dizia ” Mas para quê passar as tshirt’s que usamos em casa? Poupas uma hora de ferro !” ao que eu lhe respondi…. ” poupo agora mas depois fico louca ao ver os armários que ainda esta semana organizei cheios de roupa mal dobrada e amarrotada! ”

É verdade que sou um pouco psicótica…. gosto inclusivé de guardar a roupa por cores. Ou melhor, gostava porque aqui o espaço é pouco e não me posso dar a esse luxo.

Consoante as condições do momento também nos vamos adaptando a novas realidades, e no meu caso a questão optimizar o espaço é todos os dias palavra de ordem… daí que ontem enquanto o maridão arrumava a roupa ( sim é dele esse trabalho e daí que os armários duram pouco tempo organizados ) consegui que ele eliminasse algumas camisas e calças que já não usa !

Bem posto isto, tomei algumas “decisões” que espero por em prática.

  1. Estipular um dia para passar a ferro – Já o tinha mas desta vez é para cumprir.
  2. Dobrar logo as peças que não são para passar a ferro ao apanhar a roupa do estendal :
    • Cuecas
    • Meias
    • Toalhas
    • Panos de Cozinha
    • Roupas treino Ré
  3. Guardar de seguida a roupa no sítio ( evitar que seja o marido para que possa ir organizando or armários sem chegar ao caos )

Estas vão ser as minhas principais 3 metas a cumprir.

A ver vamos onde isto vai parar e quando terei que passar novamente 5 horas amarrada à tábua de passar a ferro!!!!!

Bem, e vocês que técnicas usam para não acumular roupa e deixar tudo sempre em estado imaculado????

Beijinhos,

Mamicas

Bye Bye Tapetes

Pois é, ontem perdi a cabeça.

Cansada de ter que andar sempre a aspirar e a levantar o pelo dos tapetes e nunca ter a sala limpa decidi tirar todos os tapetes da sala e hall entrada.

A casa ficou um pouco “nua” mas o que é certo é que me vai facilitar imenso na tarefa de manter tudo limpo durante a semana.

Com dois pestes em casa que não têm cuidado era inevitável que um dia destes isso fosse acontecer. Já estava quase a dar em maluca de cada vez que olhava para ele e via que estava cheio de lixo ( acho que muitas vezes já imaginava o lixo ) . Stressava e passava o dia a ralhar!!!!

Solução….. Toca a tirar os tapetes e assim acabar com o stress…

Dito e feito, ontem foi dia de me desembaraçar dos meus queridos tapetes….

Agora é assim : Tem lixo? Passa-se o swiffer e acabou o assunto !

A nossa vida tem que se adaptar ao local onde vivemos. Como sempre vivi em moradia nunca senti necessidade de evitar ao máximo a utilização de um aspirador, agora, a viver em Genève e num apartamento tenho que tentar ao máximo evitar usar o aspirador ( isto de viver em apartamento tem os seus qq’s ). E posso levantar as mãos a Deus pois o meu condomínio nem é dos piores pois há por estes lados alguns que até proíbem as descargas do wc durante a noite ( a ser verdade é um nojo ) .

Com este “assunto” arrumado, espero que de hoje em diante a minha tarefa a esse nível seja mais “simpática” !

Mas como não sei quanto tempo vai durar, decidi guardar os tapetes na cave e não os dar pois até como está a chegar o Inverno tenho receio que me falte o ar “acolhedor” que um tapete oferece.

A ver vamos!

E vocês ? Usam tapetes ? Como os conseguem manter limpos ?

 

Beijinhos,

Mamicas

Alguns truques úteis na cozinha – Parte III

Em mais uma das minhas pesquisas encontrei algumas dicas sempre úteis para as “VintageHousewifeCookingFadas do Lar” !

Quem nunca temperou uma carne de manhã e acabou por ir trabalhar com as mãos a cheirar ao alho? Eu , muitas vezes …. Por isso aqui vão alguns conselhos :

  1. Para tirar cheiros em geral das mãos, (p.ex. peixe, alho, cebola) nunca use detergente ou sabão.
    –> Experimente lavar as mãos com água enquanto esfrega nelas uma colher de inox ou uma faca (do lado contrario ao da lamina claro) como se fosse uma barra de sabão. O cheiro desaparece como por magia!!
    –> Outro truque para tirar o cheiro a alho das mãos é esfregar com salsa ou com borras de café.
  2. Para não chorar ao cortar a cebola existem vários truques.
    –> Espete na ponta da faca um pedaço de pão (o pão vai “absorver” o ácido da cebola que nos faz chorar);
    –>Experimente também cortar a cebola fresca, ou seja, coloque previamente a cebola descascada no frigorifico;
    –> Corte a cebola debaixo de água fria.
  3. Para verificar a qualidade do ovo: pegue numa taça funda e encha de água. Mergulhe os ovos  observe, se algum ovo boiar, é porque está estragado. ( Faço sempre isso mesmo com ovos acabados de comprar pois tenho um medo terrível das salmonelas)
  4. Para um prato que ficou muito salgado, junte-lhe uma batata crua partida. Deixe ferver um pouco. A batata vai absorver o sal em excesso. ( Raramente me acontece muito antes pelo contrário mas ás vezes lá calha)
  5. Dê um toque especial ao café acrescentando um pauzinho de canela. O café vai ganhar um sabor e um aroma verdadeiramente diferente e saboroso. ( Isto é sem dúvida mágico. Quando os meus pais compraram o café , inicialmente era servido com pauzinho de canela e era tão bom que ainda hoje quando lá volto vou buscar canela para mim )
  6. Bata as claras com os ovos a temperatura ambiente. Se conservar habitualmente os ovos no frigorifico, tire-os meia hora antes de os bater. Se quiser claras bem firmes junte também uma pitada de sal quando as for bater. ( Eu agora tenho uma aliada forte… a minha bimby e as claras saiem um luxo)
  7. Quando cozinhar as verduras, coloque uma colherzinha de açúcar. Ajuda a manter a cor e o sabor das verduras.
  8. Para a alface ficar bem fresquinha e crocante, na água onde vai deixar demolhada, acrescente sumo de limão e gelo. Depois, é só secar e servir.
  9. Para dar um gosto especial aos bolos,acrescente uma raspa de casca de limão.
  10. Para evitar que o polvo fique muito rijo, não coloque sal durante a cozedura do polvo, tempere-o apenas depois de pronto. Isso garante que o polvo não fique rijo, mas sim muito macio! ( Eu acrescento ainda uma rolha de cortiça para que aquela capa do polvo não se desprenda. Coloco o polvo na panela com uma rolha e uma cebola. Só! )
  11. Para cozinhar o polvo em pouco tempo e este fique tenro e macio, após a sua lavagem com um martelinho de cozinha dê uma pancadas nos tentáculos do polvo até os sentir ” moles e quebrados”.
  12. Para retirar o sabor acido do pepino, corte as extremidades do pepino e esfregue com alguma rapidez esses contra o corpo do pepino em movimentos circulares.
  13. Para evitar que o azeite ou o óleo salpique quando fizer fritos, acrescente uma pitada de farinha à gordura já quente.
  14. Frite os bifes na margarina, em vez de óleo. Eles não encolherão e ficarão bem mais macios.
  15. Para tirar o queimado do fundo da panela, leve a ferver um pouco de água misturada com bicarbonato de sódio.
  16. Para reduzir o cheiro de peixe no ar, ponha um pouco de sumo de limão no óleo em que vai fritar o peixe.
  17. Para uma omeleta mais leve e saborosa misture um pouco de leite aos ovos enquanto bate. Ela ficará mais leve, cremosa e crescerá mais.
  18. Se você quiser que o peixe congelado fique com sabor de peixe fresco, descongele-o directamente no leite.
  19. Se guardar no frigorifico metade da cebola, evite que ela resseque passando sobre o corte um pouco de manteiga. ( embora digam que não há nada pior que guardar cebola no frigorífico pois absorve todos os micróbios que andam por lá)
  20. Para absorver a humidade do sal, misture ao sal do saleiro alguns grão de arroz ou feijão.
  21. Escame o peixe segurando-o sempre na cabeça e nunca pelo rabo, pois amolece. O sentido em que este deve ser escamado é sempre do rabo para a cabeça e não ao contrário.
  22. Para limpar o microondas coloque lá dentro metade de um limão, ponha-o a funcionar numa potência média durante 1 minuto. Abra-o e limpe com um pano seco.
  23. Para tornar o pão mais fresco, como se fosse do próprio dia, faça o seguinte: borrife-o com leite, embrulhe-o num papel grosso e leve-o ao forno. Vai ver que é como se estivesse a comer pão fresquinho.
  24. As azeitonas devem ser sempre conservadas num recipiente cheio de água de modo a que fiquem totalmente cobertas. Se o fizer em água salgada ainda melhor.

 

Beijinhos ,

Mamicas

Armas secretas da Dona de Casa – Parte I

Neste  site encontrei algumas armas que nos podem ajudar com alguns imprevistos do dia-a-dia!

Quem nunca deixou queimar arroz? Uma panela… E Por aí adiante….

Tirar tinta de marcador de tecidos – Uma maneira de tirar tinta de marcador de tecidos é esfregar com um algodão e álcool.

Nódoas de baton – Deve limpar o mais depressa possível! Raspe o local com uma faca. Depois humedeça um pano limpo com solvente para limpeza a seco e esfregue a nódoa, actuando da borda para o centro para que a área manchada não alastre. Verá que resulta!

Utilize sempre vinagre – O vinagre é o melhor anti-bacteriano que existe! Além de tudo é barato! Limpe o frigorífico com vinagre, o lava loiça, o tanque, enfim tudo o que não tiver mármore! Lembre-se que o ácido corrói as pedras.

Panelas com arroz queimado – Quando queimar o arroz, não raspe o fundo da panela. Coloque a panela numa vasilha com água fria, cubra a boca com um pano húmido e tape a panela. Passado algum tempo, retire o arroz, mas com cuidado para não raspar o fundo da panela.

Para limpar panelas queimadas – Para tirar o queimado do fundo da panela, leve a ferver um pouco de água misturada com bicarbonato de sódio.

Tabuleiros de forno sujos – Limpe rapidamente com um pano ou um pedaço de papel e, se a sujidade já estiver seca, aqueça ligeiramente o tabuleiro para a carbonizar. Nunca utilize produtos abrasivos, para não riscar o revestimento do tabuleiro. Para pôr o tabuleiro a brilhar novamente, passe um pedaço de papel com uma gotinha de óleo.

Manchas de gordura em tecidos – Para retirar manchas de gordura de tecidos, coloque pó de talco, espere um tempo e escove. Ou coloque a mancha entre papel grosso e passe com o ferro quente.

Manchas de gordura – A melhor solução para tirar manchas de gordura é limpar a parte manchada com detergente de lavar a loiça.

Manteiga (ou outra gordura) no sofá – Elimine os resíduos de gordura com pó de talco e, se não resultar, tente de novo com um pano humedecido em água com amoníaco.

Panelas com cheiro – Para tirar o cheiro forte que ficou na panela onde se cozinhou peixe, leve a ferver na panela água com folhas de chá já usadas.

Cheiros fortes no frigorífico – Para tirar cheiros fortes do frigorífico, utilize cascas de ovos, pois por serem porosas, as cascas dos ovos absorvem com facilidade os cheiros.

Mau cheiro no frigorífico – Coloque dentro do frigorífico uma chávena cheia de leite, verá como o cheiro desaparece.

Congelador limpo – É imprescindível descongelá-lo pelo menos uma vez por ano. Quando liberto do gelo, limpe-o muito bem, sem esquecer os recantos, com um trapo limpo ligeiramente embebido em água com bicarbonato e seque-o com um outro pano.

Limpar o frigorífico e vasilhames de plástico – Para tirar o cheiro forte do frigorífico ou de vasilhames de plástico, lave-os com bicarbonato de sódio diluído num pouco de água. No caso dos vasilhames, deixe-os mergulhados nessa solução durante algum tempo.

Eliminar gordura ou sabor a ranço no filtro das cafeteiras – Deite-lhes sal e verta por cima água a ferver.

Plástico derretido na torradeira ou noutro electrodoméstico – Use gasolina para isqueiro ou acetona.

Hálito a alho ou cebola – O hálito a alho ou cebola é facilmente anulado se se mastigar um grão de café, uma folhinha de hortelã fresca ou um pedaço de casca de limão ou laranja.

Cheiro a alho nas mãos I – Após descascar os alhos, passe sal grosso pelas mãos (ainda sem molhar), de seguida lave as mãos normalmente.

Cheiro a alho nas mãos II – Para tirar o cheiro do alho das mãos depois de o pelar só tem que pôr os dedos debaixo de uma torneira com um fio de água mexendo numa faca inox.

Cheiro a alho nas mãos III – Esfregue as mãos com pó de café (fresco, usado ou mesmo café solúvel) e lave-as em seguida normalmente.

Cheiro a alho nas mãos IV – Lave as mãos com limão, e seguidamente lave-as normalmente, vai ver que o cheiro desaparece.

Cheiro a alho nas mãos V – Para tirar o cheiro do alho das mãos, basta deixá-las aproximadamente 1 minuto debaixo da água corrente, sem esfregá-las. Depois, seque delicadamente com um pano seco.

Cheiro a alho nas mãos VI – Para tirar o cheiro a alho das mãos, experimente lavá-las esfregando folhas de salsinha.

Cheiro a alho nas mãos VII – Sem esfregar as mãos, passe-as em água corrente fria (debaixo da torneira) até tirar o cheiro. Lavar em seguida normalmente.

Cheiro a alho nas mãos VIII – Basta virar a lâmina da faca para cima, colocá-la debaixo da torneira com água a correr, colocar os dedos da mão livre por baixo da lâmina da faca e deixar a água passar pela faca e pelos dedos. Mude de mão e repita a operação. Milagre.

Cheiro a alho nas mãos IX – Guarde sempre no frigorífico um pouco de pó de café usado. Ele é excelente.

Cheiro a alho nas mãos X – Muito melhor do que todas as trabalhosas dicas para tirar o cheiro de alho das mãos, é não absorver este cheiro tão incómodo, Para tanto, basta adquirir uma máquina de descascar alho. Pronto.

Indigestão com o alho – Para que não esteja sempre a lembrar-se do alho depois de o comer, antes de o usar retire-lhe o coração (aquela parte verde que fica dentro do dente). Ele é que é indigesto!

Mãos a cheirar a bacalhau – Poderá eliminar o cheiro de bacalhau nas mãos esfregando-as com umas gotas de vinagre ou de limão. Depois passe as mãos por água morna, antes de as lavar.

Cheiro a Sardinhas assada nas mãos – Esfregue as mãos com vinho tinto e em seguida lave-as com água morna e sabão.

Talheres de prata sujos de ovo – Para tirar os vestígios de ovo dos talheres de prata, esfregue-os com batata cozida ou com metade de um limão.

Tirar verdete de peças de cobre – Para tirar verdete de peças de cobre, esfregue as manchas com uma solução feita com vinagre a ferver e sal grosso.

Acabar com cheiros a fritos – Acrescente um ramo de salsa logo que o óleo comece a aquecer.

Mau cheiro em casa I – Asse cascas de laranja ou de limão. Em pouco tempo terá um ambiente perfumado.

Mau cheiro em casa II – Suspenda uma esponja molhada numa divisão da casa, pois esta encarrega-se de absorver os cheiros indesejados.

Manchas no mármore da cozinha – Se tem alguma mancha de gordura ou simplesmente de algum ácido, na sua banca de mármore na cozinha, passe com um pano húmido por essas manchas e seque muito bem de seguida. Estenda uma camada de óleo de cedro sobre as manchas e outra camada de azeite (esteja descansado, que não mancha!). Deixe estar em repouso, sem mexer, durante 24 horas. Retire com água, e reparará que as manchas desapareceram.

 

Beijinhos,

Mamicas

Alguns truques úteis na cozinha – Parte II

Ainda no mesmo site encontrei :

Tirar o “ranço” à manteiga – Cubra a manteiga, durante 15 minutos, com água fria com uma colher de chá de bicarbonato de sódio, depois lave-a em duas águas.

Saiba se o peixe está realmente fresco – O peixe fresco apresenta as guelras vermelhas, a carne rija e os olhos brilhantes.

Conservar pão – Compre sempre o pão melhor cozido e guarde-o num local seco dentro de um saco de tecido leve e arejado. Poderá conservar ainda mais tempo se puser também dentro do saco um talo de aipo ou uma batata crua com casca (depois de muito bem lavada e seca).

Quando o forno está aquecido demais – Ponha uma caçarola com água fria dentro do forno.

Sumo de limão I – Se mergulhar o limão em água quente durante 15 minutos, antes de o espremer, conseguirá o dobro do sumo.

Sumo de limão II – Para que seja mais fácil extrair o sumo de um limão, pode batê-lo na banca da cozinha sem o rebentar ou aquecê-lo no microondas por 1 minuto, minuto e meio. Verá como o limão rende muito mais sumo!

Conservar limão – Para conservar o limão por mais tempo guarde-o num frasco de vidro bem fechado.

Conservar o abacate descascado – O abacate não ficará preto se for pincelado com sumo de limão.

Retirar fragmentos de gema, que caíram acidentalmente nas claras – Para retirar fragmentos de gema que acidentalmente caíram na clara, use a própria casca do ovo, aproximando-a dos fragmentos. Os mesmos serão atraídos para dentro dela, deixando assim as claras limpas.

Separar facilmente a clara da gema – Para separar a gema do ovo sem rebentar, quebre a casca e deposite o conteúdo sobre os dedos entreabertos da sua mão – a gema fica e a clara cai.

Ovos estragados ou não? – Para saber se um ovo está ou não estragado coloque-o num copo com água e sal, se boiar deite-o fora porque está estragado, e se permanecer no fundo está bom para consumo.

Tire os ovos de frigorífico um bocadinho antes de os utilizar – Quando utilizar ovos nas suas receitas tire-os do frigorífico um bocadinho antes. Se fizer, por exemplo, claras em castelo com o ovo gelado verá que não ficarão tão firmes.

Aproveitar maionese talhada – Quando a maionese talhar, inicie o processo outra vez: retire a maionese talhada do copo, coloque um ovo, um pouco mais de sal e vinagre e vá acrescentando a maionese talhada aos poucos. Ela voltará à consistência desejada e você não perderá nada.

Maionese talhada II – Se a maionese talhar, comece tudo de novo, colocando uma colher de água a ferver numa tigela e acrescente a maionese às colheradas, batendo bem desde a primeira colher.

Como evitar que os espetos das espetadas se queimem – Para que os espetos de madeira/bambu não queimem ao preparar churrasco, deixe-os de molho em água até que fiquem bem húmidos.

Como saber se o abacaxi está maduro – Para saber se o abacaxi está maduro basta tirar uma das “pétalas” bem do centro de sua coroa. Se sair com facilidade, está no ponto para descascar e saborear!

Tornar os legumes cozidos mais verdes – Para tornar mais verdes alguns legumes, junte uma colher de chá de açúcar à água do cozimento. Faz o mesmo efeito que bicarbonato de sódio e não altera a qualidade dos alimentos.

Manter o verde natural do espinafre – Para preservar o verde natural do espinafre, logo após o cozimento, mergulhe-o em água fria. Isso o deixará bem verdinho!

Para acentuar a cor da beterraba – Adicione 2 ou 3 colheres de sopa de vinagre à água de cozimento.

Cozinhar em banho-maria e economizar energia – Quando está a cozinhar em banho-maria, aproveite a água que está a ferver para cozer legumes.

Conservar alface I – Para conservar a alface bem fresquinha, guarde-a no frigorífico dentro de um saco plástico bem fechado. Assim ela dura até 5 dias.

Conservar alface II – Lave a alface apenas quando a for preparar, e guarde-a no frigorífico SEM a lavar. Senão ela estraga-se.

Alface – As folhas de alface quando cortadas com faca perdem muito de seu já pobre valor nutritivo. Deixe as folhas inteiras ou rasgue-as com as mãos.

Conservação da alface ou salsa no frigorífico – Enrole a verdura (não lavada) em papel toalha e coloque-o num saco plástico fechado. Dura mais de uma semana

Salsa fresca todo o ano – Corte muito finamente a salsa e meta-a numa taça de plástico no congelador. Verá que tem salsa durante o ano todo, sem melar.

Salsa fresca durante 2 a 3 semanas – Lave a salsa muito bem, escorra-a e coloque-a no frigorifico dentro de um frasco de vidro com tampa. Poderá conserva-la fresca durante 2 a 3 semanas.

Congelar bacalhau – O bacalhau não deve ser congelado , a não ser depois de dessalgado.
Para congelar, enxugue o bacalhau num pano limpo, apertando-o levemente para secar um pouco. Pode pincelar com um bom azeite toda a superfície, para impedir o ressecamento provocado pelo gelo. Guarde no congelador num vasilhame a vácuo ou bem fechado. Descongele normalmente.

Desenformar pudins – Passe a forma por água fria antes de lhe juntar o preparado. Quando for desenformar, faça-o quando o pudim já estiver totalmente frio (deixe a base um pouco de molho em água quente – nunca mais que 1 minuto).

Bolo Cozido – Para verificar se um bolo está cozido, espete um palito no bolo. Se não vier massa agarrada é porque já está cozido.

Alguns truques úteis na cozinha – Parte I

Durante as minhas pesquisas na Net encontrei neste site umas dicas que nos podem ser bastante úteis no dia-a-dia!

Ora então vejamos :

Pelar tomate em 5 segundos – Mergulhe o tomate em água a ferver durante 5 segundos, verá que consegue facilmente descascá-los.

Tomate – Se se notar muito o sabor a tomate numa refeição, ponha um pouco de açúcar e o sabor excessivo do tomate desaparecerá.

Arroz branco mais solto – Para que o arroz branco fique realmente branco e solto, quando a água da cozedura estiver a ferver, verta o arroz, mexa bem, e regue com uma gotas de sumo de limão. Deixe cozinhar durante 10 a 12 minutos. Apague o lume e deixe repousar um pouco.

Arroz Solto – Para conseguir aquele “toque especial” no arroz e fazer com que ele não pareça papa, acrescente à água da cozedura, algumas gotas de sumo de limão quando colocar o arroz. Para todos os tipos e qualidades. Vai ver que vale a pena!

Arroz soltinho – Lave bem o arroz e deixe-o escorrer bem antes de levá-lo ao lume. Quanto mais sequinho estiver, melhor. Deite também algumas gotas de sumo de limão na água da cozedura. Assim o arroz ficará bem branquinho.

Como saber se o arroz está pronto – Tire a panela do lume, molhe o dedo e encoste no lado de fora da panela, como se faz com o ferro de passar roupa. Se estalar, significa que a água secou e que o arroz está pronto. Se não estalar, deixe mais um pouco em fogo brando.

Carne cozinhada – Para verificar se a carne está cozinhada como pretende, basta carregar com uma colher. Se a carne não der de si, está cozinhada. Se tiver ainda muita elasticidade, o interior ainda não está cozinhado.

Alourar – Quando quiser alourar um empadão, massa folhada, ou qualquer outra coisa no forno, em vez de pincelar com ovo batido, pincele com leite. Não só é mais económico como faz o mesmo efeito que o ovo e sem queimar.

Puré de Batata – Se juntar 1 ou 2 claras de ovo, batidas em castelo ao puré de batata, ele vai ficar mais leve e fofo.

Sopas com base de puré de batata – Estas sopas ficam melhor se se lhes juntar uma colher de sopa de leite ou de manteiga.

Frutas cristalizadas e secas e passas – Para que não caiam para o fundo da forma quando se faz Bolo Rei ou Bolo Inglês, deixe-as de um dia para o outro em infusão em Vinho do Porto ou Rum.

Limpar peixe – Ao limpar o peixe, retire as vísceras e lave a parte interna da barriga mergulhando-o rapidamente numa bacia com água e sal. No verão, aconselha-se lavar com água gelada.

Grelhar peixe sem que ele pegue à grelha – Se a grelha estiver bem quente o peixe não se pega. Para que o peixe que está a grelhar fique mais saboroso, borrife-o de vez em quando com um raminho de salsa molhado em azeite e vinagre batidos juntos.

Como saber se o peixe está cozido – Quando o peixe começar a boiar é sinal que está cozido.

Para tirar mais facilmente a pele ao bacalhau – Para que a pele do bacalhau se solte mais facilmente, junte à primeira água de demolhar o bacalhau, 1 colher de café de fermento em pó. A pele incha e sai com muita facilidade.

Quando o tempo é curto e o bacalhau está salgado – Se o bacalhau está muito salgado e o tempo é curto, cubra-o com leite a ferver e espere alguns minutos.

Truques para cozer bacalhau – A água deve apenas cobrir a posta e manter uma fervura muito ligeira, durante 10 minutos. Se a água ferver muito, as fibras de bacalhau podem ficar secas, rijas e escuras. Depois, deve retirar o bacalhau do lume e deixá-lo repousar cerca de 20 minutos. Por fim, o bacalhau deve ser escorrido.
Se desejar pode cozer o bacalhau levando ao lume água fria misturada com leite. A cozedura em leite torna as fibras da carne mais macias.

Para bater claras em castelo mais depressa – Antes de bater as claras junte-lhes uma pitada de sal.

Molhos com “caroços” – Se estiver a fazer um molho com farinha e este ficar com grumes, deixe-o arrefecer (não precisa totalmente), mexa com uma colher e depois bata com a varinha mágica. Vai ver que ninguém vai notar, e assim não terá de o deitar fora!

Creme talhado – Se um creme talhar, arrefeça-o e bata no liquidificador, para voltar a ligar.

Como grelhar no forno sem fumo e sujidade – Quando grelhar ponha um tabuleiro com água no fundo do forno, e verá que vai notar diferença

Lulas e polvos macios I – As lulas e o polvo são os únicos frutos do mar que têm dois ponto de cocção, os quais vão depender do seu tamanho. Em geral, em óleo a 170º a 200º a lula deverá ficar macia e crocante nuns 7 minutos. Quando do cozimento em água, se, depois de macios, por algum motivo, eles (polvo e lula) ficarem duros, deixe a cozinhado por mais 45 minutos que eles voltarão a ficar macios.

Lulas e polvos macios II – Para que as lulas e os polvos fiquem macios depois de cozidos, deve deitar-se-lhes o sal apenas uns minutos antes de irem para a mesa, mas o melhor é congelar o polvo antes de o cozinhar, assim terá a certeza de que estará macio.

Polvo tenro e macio III – Limpe bem o polvo, bata-o com força na banca. Se o cozer apenas com um copo de vinho branco, lentamente, fica super tenro e macio.

Para o polvo ficar tenro IV – Experimente cozê-lo junto com uma rolha de cortiça.

Para o polvo não largar a pele durante a cozedura – Deve mergulhá-lo três vezes seguidas na água a ferver antes de o meter lá dentro.

Saiba quando o polvo está cozido – Para verificar se o polvo está cozido, junte uma cebola crua, quando a cebola estiver cozida o polvo está pronto a comer.

Lulas Recheadas – Para fazer lulas recheadas, não é necessário colocar palitos, basta que ao lavar as lulas as virem ao contrário (logo que entram no calor fecham).

Demolhação rápida de feijão – No caso de não ter deixado o feijão de molho na véspera poderá optar por uma demolhação rápida: ponha o feijão numa caçarola com água não temperada e cozinhe durante 5 minutos. Retire depois do lume e deixe repousar durante uma hora. Por fim escorra e passe por água fria.

Cozer feijões secos depressa (tenros e untuosos) – Molhe-os antes de cozer, deitando fora essa água. Depois deite sobre os feijões duas ou três colheres de sopa de azeite, deixando ficar uns 10 minutos. A seguir deite a água quente necessária para que eles cozam.

Guardar gemas – Para guardar sobras de gemas conserve-as numa chávena ou tigela, totalmente cobertas com água filtrada e no frigorífico.

Separar as gemas das claras – É mais fácil separar as gemas das claras quando os ovos estão gelados.

Ovos estrelados – Antes fritar ovos, acrescente um pouco de farinha ao óleo para evitar que ele espirre.

Para que a casca do ovo cozido saia com facilidade – Coloque-o debaixo de água fria logo a seguir de o tirar da água quente.

Ovos cozidos na perfeição – Se quiser que os ovos cozidos tenham a gema bem no meio da clara, retire-os do frigorifico uma hora antes de os cozer. Depois coloque-os num recipiente com água fria e deixe ferver durante 10 minutos. Retire os ovos da água e coloque-os em água fria durante 5 minutos, para que refresquem antes de serem descascados.

Ovos cozidos na perfeição II – Para que os ovos cozidos não se tornem secos ou com uma consistência de borracha, devem ser sempre cozidos em temperatura média ou baixa.

Para que o ovo não rebente durante a cozedura – Deite na água de cozer o ovo, duas gotas de vinagre.

Truque para panar – Quando fizer panados, para que o ovo lhe renda mais, junte um pouco de água e bata então os ovos, vai ver que lhe rende bastante.

Temperar bifes de peru – Quando temperar os bifes de peru utilize leite (e não vinho), além dos temperos habituais. Verá que eles ficam mais macios e gostosos.

Comida salgada – Quando a comida tiver sal a mais experimente adicionar um pouco de açúcar. Verá que o sabor a sal diminui.

Evite o sal a mais na comida – Coloque batatas junto da sopa ou do refogado que têm sal a mais (quanto mais sal, mais batatas são necessárias). Quando as batatas estiverem cozidas tire-as e sirva como acompanhamento.

Comida Salgada II – Se salgou demasiado a comida, não se preocupe… Junte-lhe um pedaço de batata crua que o “salgado” depressa desaparece!

Barrar bolos com chantilly – Quando for rechear ou barrar um bolo que leve natas, para que estas lhe rendam e façam um bom chantilly, bata as natas com um pouco de açúcar, à parte bata 2 claras em castelo, e depois envolva com o chantilly. Verá que lhe rende muito mais e fica super cremoso. Experimente.

Como bater natas rapidamente – Quando bater as natas para fazer chantilly, junte umas gotas de limão, para que elas fiquem mais firmes.

Amêijoas à Bulhão Pato – Nas amêijoas à Bulhão Pato deverá pôr uma gota de vinho branco no molho, enquanto as amêijoas estão no processo de abertura.

Pelar amêndoas – Coloque as amêndoas durante cerca de dois minutos em água a ferver, passando-as em seguida por água fria.

Cortar cebola sem lágrimas I – Deixe a cebola descascada de molho em água, algumas horas antes de a cortar.

Cortar cebola sem lágrimas II – Corte um limão com a faca com que vai cortas a cebola, o seu sumo ao escorrer pela lâmina é o suficiente para evitar as lágrimas.

Cortar cebola sem lágrimas III – Molhe as mãos, as cebolas e a faca antes de cortar ou picar a cebola. Adeus lágrimas!

Descascar alhos I – Para descascar melhor os dentes de alho, mergulhe-os num recipiente com água durante 20 minutos. Depois escorra a água e descasque os dentes, que estarão com as cascas totalmente soltas.

Descascar alhos II – Para descascar alhos rapidamente, coloque-os no microondas em potência alta durante 15 a 30 segundos. A casca solta-se completamente!

Descascar alhos III – Encoste o lado de uma faca ao dente de alho e dê uma pancadinha. Esta pancadinha vai fazer com que a casca descole e possa tirá-la com a mão.

Fritar bacon – Antes de fritar, fure as fatias de bacon com um garfo. Assim elas não encolhem muito.

Cozer galinha – Um garfo de prata dentro da panela ajuda a galinha a cozer mais depressa.

Fritar frango – Para evitar que o frango frito se pegue à frigideira junte uma colher de farinha maisena ao óleo de fritura.

Frango tenro – Para que o frango continue tenro, mesmo quando servido frio, envolva-o em papel de alumínio, depois de o cozinhar.

Banho-Maria – Cozedura indirecta, num recipiente dentro de outro, com água a ferver. Para que a temperatura fique mais elevada, deite na água um pouco de bicarbonato de sódio.

Assar aves sem secar demais – Para evitar que as aves assadas fiquem secas demais, pincele toda a superfície com manteiga ou margarina.

Cozer e assar aves – Se cozer aves, não lhes deve furar a pele; mas nos assados pode fazê-lo, se pretender que o frango fique menos gorduroso.

Carne Picada – A carne picada deverá ser guardada no frigorífico até ao momento de a usar, num prazo de tempo que não poderá exceder as 24 horas.

Soufflé que não “murcha” – Para que o soufflé não murche ao sair do forno, certifique-se que o forno está bem quente antes de colocar o preparado no forno. NÃO ABRA O FORNO ANTES DE ESTAR PRONTO, daí que seja essencial saber o tempo exacto de preparação do soufflé.

Cozer caracóis – Para que os caracóis não recolham durante a cozedura, junte o sal apenas depois de estes estarem mortos. Assim, os caracóis ficaram todos com os “corninhos” de fora.

Pão-de-Ló – Para o pão-de-ló não murchar, bata primeiro as claras com o açúcar, depois as gemas e por último, delicadamente (nunca na batedeira) a farinha de trigo.